Pesquisa mostra que índice de satisfação com e-commerce brasileiro é muito bom

  • Posted on
  • by
  • in

object22-953335723.jpgFoi divulgada ontem, dia 03, uma pesquisa sobre o índice de satisfação dos consumidores com as compras pela internet no Brasil. Os resultados são muito otimistas para todos que já trabalham com  e-commerce ou pretendem investir no setor este ano. A pesquisa, realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), mostra que nove em cada dez consumidores virtuais, ou seja, 93%, estão satisfeitos com as compras que fazem pela internet.

O estudo revela que a primeira compra pela internet de 81% dos entrevistados aconteceu antes de 2013, o que mostra que as pessoas estão ficando mais experientes nesse tipo de comércio. Isso comprova outro dado da pesquisa, o de que somente 6% dos entrevistados que evitam comprar produtos específicos dizem não fazer compras pela internet por terem receio de não receber a mercadoria. Esse percentual mostra que o medo de ser enganado, de pagar por um item e não recebe-lo, é cada vez menor.

Segundo os consumidores que participaram da pesquisa, comprar pela internet têm várias vantagens: para 74% deles a comodidade de poder comprar sem sair de casa é um dos principais proveitos; já 50% elegem os preços baixos como um dos maiores benefícios; 33% mencionam a economia de tempo como atrativo e 27% citaram como vantagem a facilidade para comparar produtos de marcas concorrentes.

Quando foram perguntados sobre os itens mais comprados em 2014, os entrevistados citaram livros (61%), calçados (44%), roupas (42%) e eletroeletrônicos (36%). O estudo também apontou os produtos que ainda enfrentam certa resistência e foram citados pelos consumidores virtuais, dentre os itens estão os seguros (25%), os artigos para animais de estimação (19%), os calçados (17%), as roupas (16%) e comida entregue em casa (15%).

O estudo também traçou, através de dados, o perfil dos consumidores brasileiros: nove em cada dez consumidores virtuais (93%) usam a internet há, no mínimo, três anos; um em cada cinco dos entrevistados (23%) realizou mais de dez compras virtuais no ano passado; 56% dos participantes do estudo escolhem a loja virtual a partir de sites que comparam preços; 49% deles optam por loja mais conhecidas e 40% dizem pesquisar em sites de reclamação. Frete grátis (23%) e indicações de amigos, parentes e conhecidos (22%) também influenciam na escolha do site.