3 detalhes do seu site que melhoram as conversões mobile

  • Posted on
  • by
  • in

conversoes-mobile.jpg

A conversão de vendas por meio de canais móveis - incluindo site e app - é consideravelmente menor do que a registrada nos desktops. Apesar disso, é possível se diferenciar dessa métrica dos varejistas do e-commerce no Brasil. Veja 3 detalhes do seu site que melhoram as conversões mobile:

1. Adaptar as imagens

Imagens com boa resolução e proporção padronizada tornam um m-commerce mais amigável e consistente. Fica a seu critério optar entre orientação paisagem, retrato ou square, mas lembre que as duas últimas tendem a aproveitar melhor o espaço da tela de smartphones.

Dessa forma, defina uma proporção para as imagens e mantenha esse padrão. Como todos os itens do site aparecerão no mesmo ponto, o usuário terá uma visualização mais linear e uma experiência mais agradável.

2. Simplificar a navegação entre produtos

Principalmente se o seu m-commerce tem muitas opções de produtos, as ações de avançar e retornar entre o itens deve ser pensada da forma mais simples possível. Em geral, os layouts responsivos incluem uma navegação estrutural no head, que mostra o caminho percorrido nas seções de produtos. Um exemplo: celulares e telefones > acessórios para celular  > baterias.

Para oferecer uma navegação simples aos usuários, há muitas opções. A primeira é manter os links em tamanho adequado para facilitar o clique. A segunda é fixar o caminho no topo para evitar que o usuário role a página o tempo todo para navegar entre as seções. A terceira é exibir informações extras num pop-up ou num click-and-reveal, de modo que o usário feche a caixa e continue a navegação de onde parou. Não hesite em utilizar todas no seu site!

3. Reduzir os cliques para adicionar ao carrinho e fazer o checkout

Quando o seu usuário clicar  em "adicionar ao carrinho", deixe claro para ele que o item foi adicionado. Isso evita que ele se irrite com o fato de clicar novamente e depois encontrar duas unidades do mesmo produto no carrinho.

Em seguida, limite o checkout a poucos cliques: adicionar ao carrinho, continuar com o checkout, logar (ou continuar como visitante), preencher (o mínimo de) informações e finalizar. Para agilizar ainda mais o checkout, vale utilizar facilitadores de pagamento, como o PayPal. Com isso, é mais difícil que o visitante abandone o carrinho.

A lista é breve, mas achamos que contempla exatamente o caminho do comprador pelo seu site. Afinal, ele vê o produto, consulta as informações e faz a compra. Pense nisso!

Até a próxima publicação!