5 dicas essenciais de marketing para aplicativos

  • Posted on
  • by
  • in

rami-al-zayat-170349.jpg

A discussão em torno da estratégia mobile é grande. Se há quem diga que o melhor é apostar num site responsivo, por outro lado, há quem defenda que os usuários e consumidores fiéis irão, sim, buscar um app.

Nós já trouxemos essa discussão aqui para o blog, mas acreditamos mesmo é no seguinte: se o seu app oferece uma experiência essencial e relevante ao usuário e tem grande potencial de conversão, veja as nossas dicas abaixo e siga em frente com seu aplicativo!

1. Crie sua persona

Seja qual for o produto ou serviço que estiver criando, você precisa conhecer seu público-alvo. A dica aqui é a mesma para uma estratégia de marketing de conteúdo, ou seja, definir a persona.

No caso dos aplicativos, ao criar sua persona, é preciso incluir também informações que ajudarão a otimizar o app. Por exemplo, identificar se a persona é um usuário de Android ou iOS, se além de smartphones também usa tablets, quais apps costumar usar, etc.

 2. Faça benchmarking

Tão importante quanto conhecer seu público é acompanhar o que os seus concorrentes estão fazendo. Aliás, essa é até uma forma de analisar melhor o seu público, sabia? Dessa forma, instale os apps concorrentes e entenda em quais pontos eles estão acertando e errando. Essa é a chance que você tem de descobrir formas de se destacar dos aplicativos similares e também de conhecer as percepções do público.

Uma ferramenta para ajudar a monitorar o mercado de apps semelhantes ao seu é o RankMyApp, que mapeia seu segmento e concorrência e permite melhorar sua posição nos rankings de downloads. Já para fazer esse monitoramento de forma mais qualitativa, consulte as reviews dos usuários nas app stores.

3. Otimize seu app

Otimizar é determinante também para o sucesso do seu aplicativo. Em se tratando de apps, o termo é ASO, que é a sigla de App Store Optimization e corresponde ao SEO para as lojas de aplicativos. De forma semelhante, as pessoas usam as app stores para procurar aplicativos e precisam encontrá-los facilmente.

A principal forma de otimizar os resultados de busca para lojas de aplicativos é também através da análise das palavras-chave. Basicamente, é recomendado ter a principal palavra-chave no próprio nome do app e as demais na descrição e no slogan, por exemplo. Uma boa notícia é que você também pode contar com o RankMyApp para automatizar processos de SEO do seu aplicativo.

 4. Use bem os meios de distribuição e relacionamento

Não é só nas lojas de aplicativos que os usuários irão buscar pelo seu app. Portanto, otimize as buscas para que o seu aplicativo seja encontrado na web e também nas mídias sociais, que permitem acessar o download do app de forma muito fácil.  Além disso, como a localização mobile é mais precisa, também vale tirar proveito disso para os apps.

Para se comunicar com seu usuário, use as notificações push. Uma pesquisa feita pela Urban Airship mostrou que o envio dessas notificações aumenta o uso diário de um app em até 540%. Elas podem servir para avisar sobre atualizações, promoções, etc. A única é recomendação é manter as notificações limitadas e relevantes. 

5. Utilize métricas

Você pode (e deve) usar várias métricas para medir seus retornos. A primeira que recomendamos é a análise da conversão nas etapas do funil de vendas do seu aplicativo.

Você pode ainda medir o custo por download, que indica basicamente o custo de aquisição de clientes que baixaram o seu app, e também calcular a receita média por usuário, em que se divide a receita total pelo número de clientes ativos do seu aplicativo.

Gostou das dicas? O post de hoje foi inspirado no blog do RankMyApp e no artigo do Matheus Guerra publicado no portal Startupi. Continue acompanhando nosso blog!