Results tagged “ecommerce”

conferencia bh.pngNo dia 11 de setembro, Belo Horizonte sediará a Conferência E-commerce Brasil. O evento reúne 200 profissionais de comércio eletrônico para a troca de conhecimentos e exposição de conteúdos de alto nível. Acontecerão palestras técnicas, estudos sobre o mercado, painel com participação dos principais players locais, networking e diversas atividades dinâmicas.

4 mitos sobre vender na internet

  • Posted on
  • by
  • in

loja_virtual.jpgMuitos empreendedores ainda têm receio de investir na internet para vender seus produtos e serviços. As causas desses medos têm diversos motivos, como informações sem fundamento, boatos ou falta de conhecimento. Abaixo você pode conferir 4 mitos sobre vender na internet e quebrar de vez  esses "tabus virtuais". Confira:

 

4 dicas para começar a vender online

  • Posted on
  • by
  • in

banner-compras1.jpg

Já pensou em empreender aproveitando as facilidades que a internet oferece? Já falamos bastante aqui no blog sobre como você pode ampliar os resultados do seu e-commerce. Hoje apresentaremos algumas recomendações simples para quem deseja começar a vender online. Veja:

conteudofile8141263245356.jpgComo prometido, vamos continuar dando dicas para alertar os empreendedores digitais sobre fatores que podem determinar o fechamento de um e-commerce. Já falamos aqui no blog que saber por que as lojas virtuais fecham é um dos primeiros pontos a serem estudados no seu planejamento para criação do seu negócio on-line. Veja abaixo fatores que podem ser os responsáveis pelo fechamento de um e-commerce:

15a5b43.jpgJá falamos aqui no blog que mais de 60% das lojas virtuais que abrem no Brasil fecham com menos de um ano de existência. Ter uma boa ideia e começar um negócio não é a parte mais difícil, a tarefa mais árdua e manter seu empreendimento em funcionamento, conquistando cada vez mais clientes e aumentando a margem de lucro.

Saber por que as lojas virtuais fecham é um dos primeiros pontos a ser estudado no seu planejamento para criação do empreendimento. Veja abaixo alguns dos fatores mais comuns responsáveis pelo fechamento de um e-commerce:

computador

É sabido que mais de 60% das lojas virtuais que abrem no Brasil fecham com menos de um ano de existência. Em um mercado cada vez mais competitivo, a capacitação, tanto dos administradores quanto do pessoal de apoio é imprescindível.  O investimento em atendimento e na própria estrutura do site também são fatores cada vez mais básicos para o bom desempenho de um e-commerce.

Abaixo listamos alguns erros que podem levar seu negócio online ao fracasso, mas que podem ser evitados através de um bom planejamento. Veja:

qual-a-melhor-plataforma-e-commerce1.jpgUsamos o termo plataforma para falar sobre o sistema que vai manter sua loja virtual funcionando. Os requisitos para avaliar uma plataforma vão depender das particularidades do seu negócio, como orçamento disponível, previsão do montante de vendas, projeção de crescimento, etc. E lembre-se: você deve ter em mente que o sistema escolhido deve ser capaz de atender às expectativas do seu e-commerce a médio e longo prazo.

Veja abaixo as perguntas que você deve se fazer antes de escolher uma plataforma para sua loja virtual:



Três erros para evitar no seu e-commerce

  • Posted on
  • by

9ways.png

Você que acompanha nosso blog já leu várias postagens com dicas sobre como impulsionar o seu e-commerce. Hoje, nós destacamos o que você NÃO deve fazer ao gerenciar sua página de comércio eletrônico.

Fraude-E-commerce-loja-virtual.jpgUma pesquisa feita pelo Serasa Experian, entre os meses de novembro de 2014 e janeiro de 2015, revelou que criminosos que atuam na internet fazendo compras em sites de e-commerce com cartões de crédito roubados agem com mais frequência durante a madrugada. O estudo chegou à conclusão de que a maioria dos casos acorrem entre 1 hora e 5 horas da manhã e o dia em que são registrados mais golpes durante a madrugada é a quinta-feira.

m-commerce.jpgUm estudo realizado pela Vouchercloud revelou que o número de dispositivos móveis passará de 8 bilhões em 2018, movimentando cerca de US$626 bilhões no mobile commerce. Diante desses números, se o seu e-commerce não ficar de olho nas novidades e não acompanhar as mudanças no segmento online, ele vai deixar passar ótimas oportunidades de negócios.

A transparência como aliada nas vendas do seu site

compras-online.jpgNão é novidade que as vendas online vêm crescendo a cada ano, mas ainda assim algumas pessoas continuam tendo receio em relação a esse tipo de comércio. Mesmo que o consumidor fique muito interessado por um produto ele só irá concretizar a compra se estiver se sentindo seguro e tiver total confiança na loja, por isso é tão importante para sua estratégia de vendas online manter a transparência da sua empresa.

Veja a seguir alguns itens básicos que devem estar presentes no seu site de e-commerce:

object22-953335723.jpgFoi divulgada ontem, dia 03, uma pesquisa sobre o índice de satisfação dos consumidores com as compras pela internet no Brasil. Os resultados são muito otimistas para todos que já trabalham com  e-commerce ou pretendem investir no setor este ano. A pesquisa, realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), mostra que nove em cada dez consumidores virtuais, ou seja, 93%, estão satisfeitos com as compras que fazem pela internet.

O panorama do mobile commerce no Brasil

  • Posted on
  • by
  • in

mobilecommerce.jpgSegundo a e-Bit, que vem medindo o crescimento do mobile commerce a cada seis meses, desde 2012 a combinação entre portabilidade, conectividade e acessibilidade vem dando cada vez mais espaço e poder aos smartphones e tablets no setor de e-commerce brasileiro.

De acordo com informações da 30ª edição do Relatório E-bit WebShoppers as compras efetuadas por smartphones alcançaram uma participação de 7% de todo e-commerce no primeiro semestre de 2014. Em comparação com o mesmo período do ano passado o volume de transações quase dobrou: as compras e vendas realizadas através desse tipo de aparelho correspondia a apenas3,8%, ou seja, um crescimento de 84% no período de um ano.